Carol ou as coincidências da vida

Desde muito nova, Carol sempre acreditara em duas cousas. Umha era a sua extraordinária capacidade para intuir as situaçons que lhe arranhavam a alma -mesmo a partir de detalhes inverosimilmente subtis, o que acabara por criar certa suspicácia entre as pessoas que a conheciam. A outra, ela própria.

Repetiu isto várias vezes mentalmente, enquanto bebia aquele gintonic preparado com todo o esmero que podia conseguir dadas as circunstâncias. 

Ao acabar, calçou as sandálias de salto altíssimo que comprara polo seu aniversário.

Forçou um sorriso para o espelho e saiu à rua.

Sabia perfeitamente o que tinha de fazer.

 

(14/11/2015, fb)


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s