Tag Archives: Carol

A caçadora de pardais

Carol sempre quis ser caçadora de pardais.

Começara em criança e fora tecendo o seu sonho enquanto observava aqueles passarinhos aparentemente vulgares e insignificantes. Para ela, porém, representavam a única possibilidade de atingir o seu sonho: roubar o Sol. 

A ideia ocorrera-lhe ouvindo uma música de cantautor -dessas que não costumam ouvir as crianças: “Ataremos bandadas de pardais aos pulsos e fugiremos a outro planeta”. Ela fugiria até ao Sol. E rouba-lo-ia. E o Sol, a partir de então, seria só para ela.

O único que a atormentava era saber que nunca se atreveria a ter engaiolados os pardais enquanto juntava todos os que necessitava.


Carol ou as coincidências da vida

Desde muito nova, Carol sempre acreditara em duas cousas. Umha era a sua extraordinária capacidade para intuir as situaçons que lhe arranhavam a alma -mesmo a partir de detalhes inverosimilmente subtis, o que acabara por criar certa suspicácia entre as pessoas que a conheciam. A outra, ela própria.

Repetiu isto várias vezes mentalmente, enquanto bebia aquele gintonic preparado com todo o esmero que podia conseguir dadas as circunstâncias. 

Ao acabar, calçou as sandálias de salto altíssimo que comprara polo seu aniversário.

Forçou um sorriso para o espelho e saiu à rua.

Sabia perfeitamente o que tinha de fazer.

 

(14/11/2015, fb)